quinta-feira, 25 de julho de 2013

A LESTE DA LUA E A OESTE DO SOL - O VERÃO (25)

EMPANADA DE BACALHAU

 

Para aproveitar o resto da massa de ontem resolvi fazer uma espécie de empanada de bacalhau, para matar saudades dos tempos em que passava férias na Galiza.
A receita da massa é a de ontem. O recheio de bacalhau foi feito da seguinte forma:
Demolham-se e cozem-se uma mão cheia de migas de bacalhau compradas na praça e desfiam-se finas. Num tacho leva-se a estufar meia cebola cortada finamente com um fio de azeite, pitada de sal e folha  de louro. Junta-se um tomate bem maduro cortado em cubos e continua a estufar até o tomate estar bem desfeito, adicionando então o bacalhau. Fiz uma experiência, que consistiu em juntar uma colher de sopa de sementes de chia hidratadas numa chávena de chá de água durante cerca de meia hora (para fazer as vezes de um ovo batido). Deixar reduzir os líquidos, retirar a folha de louro, polvilhar com salsa e manjericão picados e colocar por cima da massa estendida, que se fecha de um lado e outro sem enrolar.
Vai a forno pré-aquecido durante cerca de 30 minutos.
 
Servi com rabanetes prensados (cortados finamente e colocados com sal na prensa de vegetais ou, na falta dela, num recipiente de rede que se coloca dentro dum outro recipiente onde possa cair o líquido que se vai formar, tapados com um prato e prensados com vários pesos; o sal obriga a que o líquido dos vegetais saia e fermenta-os ligeiramente sem os deixar salgados) e esparregado feito com rama de rabanete e de beterraba (muito bem cozidos e escorridos, picados finamente e salteados em azeite, alho e sal, sem farinha nem vinagre).
 
 
 
 
 


 

Sem comentários:

Enviar um comentário