sábado, 6 de agosto de 2011

TRINTA DIAS - TRINTA MENUS (1)

Começo hoje o projecto de elaborar trinta menus de Verão nos próximos trinta dias.
Espero sobreviver (e continuar a caber na roupa...)
O pontapé de saída foi dado com o jantar de hoje, em que estiveram os amigos de há muitos anos M. e J..
Foram 2 horas de pesquisa de receitas, 1 hora de compras e 3 horas de cozinha...
Daí a dúvida existencial quanto à possibilidade de sobreviver ao projecto.
O resultado foi o seguinte:

SOPA DA ABUNDÂNCIA

Receita da Professora Natália Rodrigues, do Curso Anual de Culinária Macrobiótica do IMP.











Ingredientes
1 tira de alga kombu
2 cogumelos shitake secos ou frescos por pessoa
1 cebola
1 cenoura (ou 2 cubos grandes de abóbora)
1/2 courgette
tofu fumado
1 pouco de massa udon ou soba
miso de cevada
1 colher de sopa de sumo de gengibre
azeite
sal
1 folha de louro
cebolinho

Preparação
1. Demolhar a alga e os cogumelos cerca de 10 minutos. Cozer seguidamente em água (1,8 lt. para 4 pessoas) com a folha de louro, durante 20 minutos.
2. Num tacho à parte saltear o tofu fumado partido em quadrados pequenos c/ um fio de azeite e uma pedra de sal durante cerca de 5 minutos;
3. Saltear os legumos cortados em cubos muito pequenos num pouco de azeite e sal, começando pela cebola e quando esta estiver transparente, juntar os demais legumes, que ficam prontos ao apresentarem um aspecto ligeiramente vidrado;
4. Cozer a massa em água abundante de acordo com as instruções da embalagem;
5. Retirar uma concha do caldo de cogumelos juntar 1 colher de sopa de miso de cevada, incorporar no caldo e deixar borbulhar sem ferver durante 2 ou 3 minutos.

Apresentação
Colocar os ingredientes numa taça pela seguinte ordem: legumes, massa, tofu.
Cobrir com o caldo de cogumelos, temperar com sumo de gengibre fresco (obtido a partir de gengibre raspado e esmagado com a mão por cima da taça).
Polvilhar com cebolinho picado (que, no caso da sopa da foto, ficou no olvido...).

Notas
- Já fiz esta mesma receita substituindo o tofu por um resto de peixe cozido (pescada) e ficou muito boa.
- Tal como a sopa de peixe, esta sopa pode ser a refeição, basta aumentar a dose de massa.

TABOULI COM HUMUS, SALADA VERDE E FATIA DE TOFU COM MISO
O tabouli e o humus são duas receitas da bacia mediterrânica, tirei-as de O Livro essencial da cozinha vegetariana, KÖNEMANN, 2000



Tabouli
Ingredientes
1 chávena de chá de bulgur
água (a necessária para cobrir o bulgur)
1 molho de salsa, cebolinho, coentros e hortelã frescos, sem os pés, bem lavados, secos, e picados;
1 cebola picada muito finamente
2 tomates pelados e cortados em quadrados muito pequenos
umas gotas de sumo de limão
2 colheres de sopa de azeite

Preparação
1. Colocar o bulgur de molho numa taça até que a água tenha sido totalmente absorvida.
2. Misturar as ervas e cebola picadas, o tomate, o sumo de limão e o azeite no bulgur, mexer bem com as mãos.
3. Reservar no frigorífico até à hora de servir.

Humus
Ingredientes
1 chávena de chá de grão de bico seco (demolhado em água, alga kombu e pitada de sal durante pelo menos 8 horas)
1 cebola picada muito finamente
umas gotas de sumo de limão
2 colheres de sopa de azeite
3 dentes de alho esmagados
1 colher de sopa de tahini (pasta de sementes de sésamo)
pitada de cominhos em pó
Preparação
1. Cozer o grão de bico em água abundante com a cebola.
2. Escorrer o grão uma vez cozido, colocar num copo alto, juntar os demais ingredientes e triturar com a varinha mágica. Se necessário - em geral não é -pode acrescentar-se um pouco de água de cozer o grão.
3. Reservar no frigorífico até à hora de servir.

A salada verde da foto é alface à qual se pode adicionar rúcula e agrião, p. ex.

O tofu é uma sugestão do chef Marco Fonseca - envolver o tofu, previamente cozido durante uns minutos, em miso (no caso, utilizei miso de cevada), guardar dentro duma caixa no frigorífico durante pelo menos 24 horas. Servir em cima de uma tosta ou uma fatia fina de pão integral. Tem um sabor e consistência semelhantes aos do queijo da Serra (semelhantes, note-se...).
É mesmo muito bom e pode ser comido como amuse gueule, p. ex..
Neste caso, usei-o para compor a apresentação do prato!


SOBREMESA: CREME DOCE DE SÊMOLA
Receita do Curso de Culinária Macrobiótica Semanal, nível Iniciado (Profª Natália Rodrigues)


Ingredientes
1 litro de leite de arroz
6 alperces secos
5 colheres de sopa de mel de arroz
1 casca de limão
1 chávena de chá de sêmola de trigo
100 gr. de frutos slvestres

1. Levar o leite de arroz ao lume com os alperces, a sêmola e 3 colheres de sopa de geleia de arroz, mexendo sempre para não queimar. Quanfo o preparado começar a formar bolhas, desligar o lume e reduzir a puré com a varinha mágica.
2. Misturar os frutos silvestres com 2 colheres de sopa de mel de arroz, cozer suavemente até ferver.
3. Servir a sêmola com o molho de frutos silvestres.

Como nota final, sublinho que este é um menu de excepção para dias especiais, pois ficámos um bocadinho cheios (sobretudo depois da entrada de tofu com pão de sementes) apesar de as doses terem sido rigorosamente as que aparecem documentadas nas fotografias.

A aprecição geral foi que a sopa era muito diferente daquelas a que estamos habituados mas estava muito boa; já as receitas da bacia mediterrânica não foram tão consensuais - apesar de serem boas, diferentes e frescas, a combinação era um pouco ácida (recomendação a reter: menos sumo de limão na próxima vez - daí que nos ingredientes tenha referido umas gotas e não 60ml como na receita do livro - ou então não combinar as duas receitas juntas).

De qualquer forma, acho que a pontuação final deverá ser um 15 ( na minha escala de valores, que é de 0 a 20).

Esqueci-me de referir que servi um tinto do Douro, reserva de 2003, numa só palavra: uma pomada!

2 comentários:

  1. Estivemos lá e podemos comprovar que o jantar estava optimo. O J diz que a sopa estava "5 estrelas". Eu,gostei muito de tudo mas, como sou gulosa, achei a sobremesa muitissimo boa. Também posso comprovar que no dia seguinte se come muito bem (tive direito a trazer para casa as sobras).
    O unico senão, é ser uma cozinha muito trabalhosa, por isso espero que consigas alcançar o objectivo que é muito ambicioso.
    As "cobaias" agradecem o jantarinho, e estão à disposição para uma segunda volta.
    Beijos
    M e J

    ResponderEliminar
  2. ☺ ☺ ☺ ☺ ☺

    ResponderEliminar