domingo, 25 de setembro de 2011

DE VOLTA AOS TACHOS

Regresso após dez dias estonteantes (11-21 Setembro) que, se não abalaram o mundo, me abalaram a mim, e muito.
E, agora, no dolce fare niente atrás do sol posto (ou melhor, onde o sol nasce…) eis-me de novo à volta de texturas, sons, cores, cheiros e sabores.
Texturas: o toque aveludado da água límpida e fresca, o frio metálico das manhãs orvalhadas.
Sons: o omnipresente silêncio, os pássaros, os grilos;
Cores: o azul vivo do céu diurno e o contraste com o negro estrelado da noite, o verde das árvores, os amarelos, ocres e vermelhos da vinha, os negros e castanhos das fragas.
Cheiros: a ausência de poluição, a leveza do ar, os tojos e giestas, as plantas rasteiras, os pinheiros, as hortas, a lenha queimada.
sabores: os tomates, da rua, a saber e a cheirar a tomate como já não me lembrava que pudesse existir; as batatas e cebolas, idem aspas; as uvas, quase passas, dulcíssimas; as couves (ainda duras por falta de frio), as nabiças; os ovos de galinhas poedeiras, com gema amarela canário; os marmelos apanhados “à chinchada”, magníficos; as alheiras da terra e as morcelas doces, lindas de morrer, mas só para a foto... O vinho da casa, adocicado e parecido com vinho novo, mas com 13,5º que sobe à cabeça e desce para as pernas…
Até agora, tirando ovos, morcelas e alheiras, “marchou” tudo. E soube pela vida.

Algumas fotos a documentar as heresias:

MISTO DE ENCHIDOS COM BATATA E CEBOLA COZIDAS, COUVES ESCALDADAS E SALTEADAS, SALADA





SOBREMESA: CREME DOCE DE SÊMOLA (ver a entrada de 6/8/2011 dos 30 dias) COM MARMELO COZIDO E FRUTOS VERMELHOS (que, no caso, são roxos e se chamam uvas e foram acabadas de colher numa videira perto de si…)



REDON – UMA ESPÉCIE DE ROUPA VELHA
Cortar grosseiramente duas batatas, uma cebola e couve cozidas (sobras do almoço), saltear em azeite e alho, juntar um ovo mexido, temperar com sal de ervas moído, mexer, e eis um jantar preparado em 10 minutos…



Agora vou gozar o silêncio e enroscar-me com o segundo volume da trilogia Millenium (o primeiro “marchou” em dia e meio…)

Sem comentários:

Enviar um comentário