segunda-feira, 1 de julho de 2013

A LESTE DA LUA E A OESTE DO SOL - O VERÃO (1)

SOPAS E ENTRADAS DE VERÃO


















Sopas e entradas querem-se, nesta época do ano, frescas e ligeiras para poderem cumprir a sua função de entrada que corta a fome e enche o estômago sem nos deixar espapaçados.

A receita desta sopa é já um clássico cá em casa apesar se só a ter aprendido no ano passado, num workshop com o Marco Fonseca no Instituto Macrobiótico.

Nota: não convém fazer muita quantidade mas apenas o suficiente para dois ou três dias.



Ingredientes
1 cebola cortada em gomos.
Uma courgette descascada (guardar as cascas) e cortada em bocados pequenos
Meia couve flor
Uma mão cheia de abóbora
Tira de alga wakamé cortada em bocadinhos (*)
Pitada de sal
Azeite
Ramo de hortelã e manjericão bem lavados.

Preparação
Levar a cebola ao lume na panela de pressão, com um fio de azeite e pitada de sal, quando a cebola estiver loura, juntar os demais ingredientes, um a um, cobrir com água a ferver, tapar e deixar cozinhar cerca de 20 minutos após ganhar pressão.
Quando a panela perder a pressão, abri-la, juntar as cascas da courgette e os cheiros, triturar com a varinha mágica.
Servir fria (opcionalmente com uma colherada de natas de soja  e umas gotas de vinagre de ameixa (**)).
 
(*) opcional: as algas em geral são muito ricas em minerais; a wakamé é especialmente indicada para este tipo de sopas e, se utilizada da maneira indicada, a sopa não fica com o sabor característico e forte das algas.
(**) o vinagre de ameixa - ume shu - é uma bênção dos céus! umas simples gotas do dito numa sopa, num estufado "abrem" o sabor e tornam qualquer  prato em algo da quinta dimensão!... Mas atenção - apenas podem ser usadas umas gotas mesmo, porque é muito salgado e pode interferir com determinadas condições tais como hipertensão.
 
Notas:
A courgette  é um vegetal próprio para esta época pois é bastante refrescante dado o seu elevado teor de água.
A receita pode ser utilizada noutras estações do ano, com mais abóbora e sem courgette, p. ex., ou adicionando umas colheradas de millet, quinoa ou sêmola de trigo para as engrossar e tornar mais energéticas.

As saladas mistas e variadas são uma excelente entrada nesta época do ano - as cores são as do Verão, os sabores também e os pratos assim decorados parecem umas autênticas naturezas mortas à espera de um pintor que as pinte...
Os ingredientes são os que houver na praça - faço as compras de frescos sempre em praças porque aí consigo comprar o que é da época. Na praça de Peniche, uma vendedora em que costumo abastecer-me, de seu nome Maria João, costuma fazer a distinção entre o "feijão verde da rua" e o "feijão verde de dentro" - leia-se, estufa. Só o primeiro é da época...










 

Sem comentários:

Enviar um comentário